12 de fev de 2009

E ai formularam uma prova para avaliar os professores em seus conteúdos. Mil e quinhentos, sim 1500 tiraram nota zero. E algumas pessoas ainda dão risada das asneiras que universitários escrevem nas provas de vestibular. Tenho testemunhas que relatam alunos do último ano de jornalismo perguntando ao professor "o que é um trimestre?" , "como se forma o dia e a noite", se "Hitler nasceu na Idade Média" ou se "é verdade que o Egito fica na África"... Uma das responsáveis por trote violento nessa semana, barbaridades cometidas sem medida, era estudante de Pedagogia... As escolas do estado exigem o universitário completo para que o professor possa estar em sala de aula. Aqueles professores que tiraram zero, aliás, estão em sala agora. Não, não foram demitidos, afastados, ou coisa parecida. É de chorar. Muito.

Nenhum comentário: