16 de set de 2010

Complementando...

Achei importante que se completem algumas idéias, para mal entendidos não acontecerem.
Sim, existem pessoas bem intencionadas nesse meio, e é uma coisa comum colocar tudo no mesmo balaio quando estamos descontentes. Mas, quando o povo interfere nas decisões tomadas através de entidades, abaixo-assinados, pressões populares, os benefícios são mais legítimos e representativos, como por ex. o caso da lei "Maria da Penha".
O problema maior a meu ver é a deseducação da população em geral, que não tem critérios para avaliar corretamente em quem vota e cobrar depois. Isso causa um descaso geral: " já que alguém está lá prá fazer, eu não preciso estar preocupado..." 
Sem estar sendo cobrado e fiscalizado e com a cultura popular garantindo que quem está nesses cargos é "autoridade",  quem está com mandato não perde tempo. Utilizam-se de todos os recursos que têm em mãos para beneficiar a si mesmos, votando regras e normas frouxas, aumentando os próprios salários e benefícios, fazendo acordos sinistros... Trabalham de terça à quinta, tem férias de dois meses, reescessos, verbas extras, viagens, etc,etc,etc. A lei lhes concede imunidade, para tirá-los de lá é necessário um belo escândalo e mesmo assim...
Não é à toa que são tantos os candidatos... Ô empregão bão! 
O que precisamos é tomar atitude e também, orientar nossos jovens eleitores a anotar e acompanhar os candidatos em quem votaram. É fundamental que todos estejamos ligados e cobrando deles trabalho sério e comprometido com as necessidades do povo, que afinal, é quem importa nessa história afinal. Todos eles tem e-mail, existem entidades que auxiliam os eleitores a essas ações, as audiências são públicas.
E sou contra anular. Se você não escolhe e cobra, de qualquer forma alguém vai ser eleito. Melhor que você tenha participado da escolha.
Bom voto.

Um comentário:

Karen disse...

Adoro sua postura crítica!

Pois é, infelizmente temos o grande dilema: Tostines vende mais pq é fresquinho, ou é fresquinho pq vende mais? A palhaçada se perpetua na mídia por imposição, ou se dá ao povo o pão e circo de todo dia?...tá tudo errado... de qualquer forma você tem toda a razão, melhor participarmos para mudar alguma coisa. Pq se deixar, pior que tá fica...

Muitos beijosss!